Central de Atendimento Nuvem Impulsione seu negócio Canais de Venda

Qual é a diferença entre Marketplaces e Canais de venda?

Saiba diferenciar os dois tipos de comércio possíveis para impulsionar a sua loja virtual.

Última atualização: 16/09/2022

Sabemos que os termos Marketplace e Canais de venda podem ser confundidos, pois, quando traduzidos ao pé da letra, possuem o mesmo significado. No entanto, eles possuem particularidades específicas e vamos te ajudar a entender as diferenças entre eles.

Delete

Info

Você sabia? As vendas importadas para a sua loja através dos canais de venda e marketplaces não possuem cobrança de tarifa por venda.


Canais de venda

Um canal de venda é o meio por onde você comercializa seus produtos. Ou seja, ele é um ponto de venda de uma única marca, assim como as lojas físicas que vemos nos bairros e cidades.

Uma das principais características do canal de venda é que o modelo de negócio é de responsabilidade total do lojista, ele quem irá cuidar de todo o ecossistema da loja virtual (como o gerenciamento de produtos, pagamentos e envios).

Abaixo, trouxemos uma tabela com algumas vantagens e desvantagens do canal de venda:

Vantagens Desvantagens
 Maior margem de lucro  É preciso ter um planejamento
 Maior alcance de clientes  Investimento em marketing digital
 Maior controle sobre o negócio  Personalização por conta própria
 Mais opções de personalização  Gerenciamento de pagamentos pelo lojista
 Maior visibilidade da loja  Busca de fornecedores
 Eficiência na segmentação de público  Criação de ações promocionais

Exemplos de canais de venda

Canais de venda virtuais

  • E-commerce (isso mesmo, a sua loja Nuvemshop!);
  • Redes sociais (Facebook Shop, Instagram e Google Shopping);
  • E-mail marketing;
  • Programa de afiliados;
  • Google Ads, etc.
Delete

Canais de vendas offline

  • Telemarketing;
  • Ponto de venda;
  • Venda direta.
Delete

Marketplaces

Diferente do que explicamos acima, o marketplace é mais como um shopping center, onde temos diversas lojas reunidas em um único espaço.

Os marketplaces auxiliam os lojistas a darem o passo inicial no mundo do comércio eletrônico, já que os produtos são cadastrados e anunciados com facilidade nas plataformas. Isso permite expor  os produtos em uma “vitrine” virtual a partir das palavras-chave e/ou outros critérios, como lançamentos, promoções, etc., aumentando a visibilidade de seu negócio entre os concorrentes.

Veja algumas vantagens e desvantagens de integrar a loja virtual com um marketplace:

Vantagens Desvantagens
 Infraestrutura pronta  Alta concorrência
 Baixo investimento inicial   Dependência da plataforma
 Facilidade para anunciar produtos  Perda de autonomia e personalidade
 Maior alcance de clientes  Altas taxas de manutenção
 Maior visibilidade da loja  Falta de dados da experiência do cliente
 Maior visibilidade dos produtos  Preocupação com segurança

Exemplos de marketplaces

Marketplaces Virtuais

  • Amazon;
  • Mercado Livre;
  • Facebook Marketplace;
  • Lojas Americanas;
  • Via Varejo;
  • Magazine Luiza (Magalu), etc.
Delete

Marketplaces offline: 

  • Shopping center;
  • Galerias, etc.
Delete


Delete

Warning

Em termos práticos, um marketplace é um canal de venda, visto que através dele você publica seus produtos para serem encontrados e comprados pelos consumidores. Mas, para conseguir divulgar seus produtos nesse portal, você precisa primeiro ter um canal de venda (como uma loja virtual, por exemplo).


Como integrar a loja virtual com um canal de venda ou marketplace?

Trouxemos uma relação de tutoriais para te auxiliar com a integração com os canais de venda e marketplaces disponíveis na plataforma: 


O artigo ajudou você?